sexta-feira, 4 de abril de 2008

Palavras esquecidas,palavras "proibidas"...

Me senti quase inferior,hoje.
Amigos,irmãos,homens... Mulheres.Para muitos deles,mulheres são como qualquer caramelo,só tirar a embalagem e saborear o produto,ou será só o momento com o tal produto ? ou o gosto do momento do produto ? O fato é,algo em tudo isso me incomoda bastante.Rodas de amigos costumam se formar diante de mim e nunca tive vergonha da palavra "virgem".

Enquanto eles pareciam se gloriar com a última transa,contando cada detalhe do que fizeram e do que pretendiam fazer,destraído,eu olhava os carros e me perguntava se algum deles já sentiu amor de verdade.Voltando ao meu quase juízo perfeito,e sem responder a qualquer pergunta dirigida a mim,disse que nunca havia "tocado" uma mulher.Risos,seguido de um "colé,Claus,tá vacilando..." Eu não vi graça,não porque falavam,ou melhor,zombavam de mim,mas porque não pensava como eles,me senti incomum... Senti uma ponta de orgulho de mim mesmo,e só pra citar,isso quase nunca acontece.

Por outro lado,via o sorriso no rosto de cada um deles,via como pareciam não se preocupar com nada.De fato,eram felizes assim mesmo.Não me lembro de terem citado uma mulher em especial,nem lembro de terem falado em "amor" ou "paixão"... Comparei-os com animais,em pensamento."Eles são felizes..." rapidamente eu pensei,e não que eu não seja,pelo contrário... Amo a mulher que sempre quis,escrevo cartas e não tenho receio em falar o que sinto de várias formas.alguns me disseram que queriam ser como eu.Sorri.

Mas vendo tudo isso,pensei em algo no caminho de volta para casa... Até que ponto ser um homem um tanto quanto sensível,me incomoda.Eu tenho desejos como qualquer outro homem comum,mas as vezes sou tido como rara excessão.Poderia ser muuito bom pra mim,até hoje a tarde,quando descobri que muitos dos meus desejos são reprimidos por isso...

Preciso conversar. =/

Nenhum comentário: