domingo, 30 de março de 2008

Tomy e Christina,a Miragem... O luar do litoral.

... E ficaram lá por todo dia,até que as sombras da noite tomassem conta do céu alaranjado daquele litoral.Ela estendeu uma Tanga na areia,enquanto ele arrumava as coias para irem embora,pois marcaram algo especial para noite.Era o aniversário de casamento deles,e toda família reunida os esperavam.

- Chris,meu amor,já está tarde,vamos ? - Perguntou ele,sem pressa alguma.
- Espera um pouco,olha só pro céu...
- Realmente,muito lindo...
- Vem cá,senta aqui comigo um pouco
- Está bem.

As estrelas pareciam brilhar mais forte naquela noite e as nuvens se formavam lá longe.As luzes dos barcos pesqueiros pareciam emergir do fundo do mar,e movimentavam-se lentamente,assim como os cabelos da jovem moça,que dançavam suavemente contra o vento.Eles permaneceram em silêncio por alguns minutos,até que Tomy percebeu um sorriso no rosto em perfil de Christina,que se encantava com o ar noturno da paisagem.Pôs o braço esquerdo sobre o corpo de Christina,como quem queria servir de cobertor para aquele corpo moreno que se arrepiava com o toque da brisa que "cantava" sobre o cabelo curto de Tomy,e que deixava sua querida Chris um pouco sonolenta.

- Ei,meu amor,deite um pouco - Disse Tomy,delicadamente repousando Christina sobre seu corpo e abraçando-a.
- Queria morrer aqui,assim... - Disse Christina,e antes mesmo de terminar a frase,Tomy já havia calado as palavras dela,com o toque do seu polegar,docemente nos belos lábios de Chris.Logo em seguida,um beijo.
- Nunca,minha Chris... Seremos eternos - Replicou,Tomy.
- Mesmo,mesmo ?
- Sim.Onde quer que estejamos.

Christina sentia-se bem segura aos braços do homem que ela escolheu para entregar tudo de si,e Tomy se esforçava ao máximo para vê-la sempre contente.A felicidade dos dois com certeza era invejada pelos demais casais,rapazes e moças da região em que moravam,até mesmo na família dela.As primas de Christina maldiziam Tomy,e nunca se mostravam a favor do casamento dos dois.Eram belas moças,e a beleza delas era diretamente proporcional com a inveja que sentiam de Christina e Tomy.Bom,isso não vem ao caso.
A noite já se fazia presente no litoral,e distante de todos os familiares e amigos,Tomy e Christina se resumiam naquele momento.Feliz por estar alí,e ouvir a sua Musa que tanto amava,Tomy,segurando a bela Chris,levantou -se da tanga,e ela sem saber muito sobre o que se passava na mente dele,o seguiu quando ele estendeu sua mão para ela.

- Vem comigo!

Os dois correram em direção ao mar,e Tomy não se lembrava que o seu telefone celular se encontrava em seu bolso esquerdo.Próximos à beira-mar,Tomy deita Christina sobre a areia molhada,e por cima dela,cobre-a de beijos.Christina estava surpresa e um pouco assustada,porém não escondia que gostava muito daquela situação meio inesperada.Para os dois.
Tomy tocava suavemente o corpo de Christina,explorava as curvas da bela morena,enquanto ela agarrava sua nuca.A noite e a lua pareciam incorporar em Tomy,o espírito de 10 lobos selvagens,e cada vez que Chris massageava suas costas,toda sua ânsia aumentava.De repente,ele para,olha para sua amada quase sem fôlego e diz:

- Christina Campos Sodré,eu te amo eternamente!
- Ow,meu Tomy Portimo... (*-*)
- Feliz um ano e sete meses,minha querida...
- E mais todos os outros que virão,meu amor!

A conversa é interrompida pelo telefone celular de Tomy,eram seus pais impacientes pelos dois,a essa hora os convidados da festa esperavam já impacientes.Tomy,tomado pelo clima perfeito,nem olhou para seu celular,e o jogou alí mesmo,nas águas escuras do litoral.A chuva fina caía sobre os dois,e enquanto o telefone de Tomy afundava esquecido no mar,o jovem casal voltava a se amar na areia molhada,sobre o luar do litoral.


Dedicatória:

Queria dedicar esse conto,às namoradas dos meus amigos,aos meus amigos e aos casais Jamile e Caio;"Fuckeira" e Jéssica.E especialmente a uma pessoa muito importante na minha vida,que devo toda a minha inspiração e amor, Amanda Silveira.

Obrigado a todos!

Nenhum comentário: