sábado, 29 de março de 2008

"...Compreensivo,tanta exigência..."

Essas coisas parecem não ter sentindo completo,não pra mim.
Hoje acordei meio pensativo,tentando imaginar o que ela estaria pensando ou sentindo... Se isso seria mais um erro meu,ou se seria a coisa certa a fazer,mas como seria a coisa certa se estaria machucando alguém ? Mas por outro lado,e se eu não fizer nada,ela ou alguém o fará por mim ? Acredito que não,mesmo.
Eu me sinto doente,ou como se fosse a minha própria doença,esperando pela cura.E se não houver cura ? No fundo,eu já penso na própria morte,e mesmo assim,esperanças nunca me faltaram.Nem amor...

A primeira coisa que fiz essa manhã,depois de acordar,foi dormir de novo.Logo após,ouvi Sonata Arctica,e engraçado... The end of this chapter,foi a primeira música a tocar.Eu ouço esses caras todos os dias!
Tô com um baixo astral,hoje e nem chocolate levantou meu ânimo,e eu nunca acreditei que levantasse,nunca funcionou comigo.Ainda fico ansioso por notícias dela,e tenho um pouco de medo toda vez que isso acontece.Eu tento,mas não sei disfarçar mais NADA! Isso me assusta.
Mas enfim,sinto falta de alguém pra compartilhar esses medos e todas as outras coisas também,vivi na "minha terra" sozinho,por muito tempo,mas agora me sinto sozinho em "outra terra".Não sei direito para onde ir,mas vou...

vou continuar a ler Verão na Enseada.

Nenhum comentário: