domingo, 7 de setembro de 2008

Conto,"Páginas Erradas" IV Parte

Martin chegou cedo ao colégio, como de costume. A penúltima cadeira da fileira do canto direito era o seu lugar preferido, e desde o início do semestre que ele chega entre 07h00min e 07h15min. Sempre pontual, porém não muito participava das aulas e mal fazia as atividades, mas ele tinha a sua maneira de estudar e odiava a pressão dos pais. Viu Tommy entrar na sala e olhar de lado para ele numa expressão não tão amistosa, e Laura, logo em seguida, com uma tristeza que fazia sua beleza gritar em liberdade. Tommy sentou duas fileiras depois de Martin e Laura na segunda cadeira da fileira de Tommy. Martin notou a distância dos dois, mas logo pensou em como seria bom ter Laura na mesma classe no primeiro período. Apesar de ter a visto primeiro, Martin não acenou tampouco foi cumprimentá-la, era parte do seu jeito, observou Laura até que ela o notasse também, e foi o que aconteceu. Após repousar a sua mochila preta e rosa na cadeira, Laura virou-se para o fundo da sala e viu Martin querendo sorrir sem muito jeito, para ela. Timidamente foi de encontro a ele.
- Olá! Primeiro períodos juntos, hein? – Disse Laura.
- É acho que sim...
- Ah, desculpa, com aquela confusão dos livros eu nem me apresentei... Meu nome é...
- Laura! É um belo nome. – “Adivinhou”, Martin.
- Martin, certo? – Laura internamente saltava de alegria.
- Martin!


Sentado mais ao meio da sala, Tommy assistia a conversa de Laura e Martin. Não tirou a expressão do rosto desde que entrara na classe e estava se preparando para levantar quando o professor de química entrou para lecionar. As aulas do professor Robert eram bem monótonas, apesar de ser um homem extremamente inteligente. De vez em quando ele mostrava algumas reações legais no laboratório, e a aula de hoje seria lá.
- Bom dia, turma! Vamos dar continuidade aos nossos estudos sobre soluções, então queiram se dirigir ao laboratório em ordem.
Todos se levantaram como o professor havia pedido, porém Tommy quis sair por último. Martin acompanhou Laura até a porta do laboratório, enquanto Tommy praguejava duas palavras ainda na classe, então levantou-se de sua cadeira, juntou os cadernos e antes que ele saísse, Laura apareceu na sala.
- Dei por sua falta antes de entrar no laboratório... – Disse Laura.
- Relaxe, eu já estou me acostumando.
- Tom, o que de fato há com você? Parece tão... Diferente.
- Não há nada, ta tudo bem.
Por mais que ele quisesse, não iria tratar Laura mal, apesar de ter gritado com ela há 30 minutos. Tudo o que queria era só uma chance de conquistar inteiramente ela, de cuidar muito daquela linda criatura e ele tinha essa chance! Já havia pensado em tudo, mas agora andava um pouco receoso quanto a isso e a seu plano.
- Vem, Tom... Vamos trabalhar antes que o professor nos pegue aqui
- Tem razão... Vamos.
De volta ao laboratório, Tommy e Laura entraram justamente quando o professor Robert ditava as equipes do trabalho de química. Entraram, pediram licença e antes que Tommy se acomodasse em umas das mesas, algo lhe chamou atenção.
-... A terceira equipe é: Sr. Revers, Sra. Jenkins e Sr. Klingemberg...







e vamos seguindo com a história! =)
Abraços, galera!

3 comentários:

por_detras_=) disse...

ooiii
adoreeii seuy blogspot
beijao

Taah disse...

Tá ficando muuuito boa a sua históriaa mew! ;D

parabéns x)

*:

Débora Ramos disse...

Histórias lindas.. como sempre!
Passei um bom tempo sem vir aki, sento q me esqueci de como seus posts fazem bem pra mim!
Te adooro!