domingo, 7 de junho de 2009

Investida invertida.




Sua linda face que o seduziu, através dos dias sempre uma esperança renovada. Quais ilusões ela poderia ter? Ele é como um reflexo único que se divide em dois. Confuso. Ele a deslocou de várias formas, achou mais de 7 maneiras de envolvê-la em seu alcance. A cada momento ele lhe dá uma coroa e lhe mata. É um estranho e longo caminho de altos e baixos que ela percorre, e que parece não ter destino algum. Ele não mostrará “fraqueza” alguma, seus sentimentos estão bem guardados por dentro. Amor, paixão... Tudo isso lhe soa familiar, mas sua emoção não escapa. É tudo muito racional, repleto de correntes presas à sua própria realidade, onde ele constrói uma longa barreira no mesmo caminho onde ela passa todos os dias. Enquanto ela olha e se admira com aquela esperança que está começando a desaparecer, tentando quebrar todas as armadilhas e desolações que tanto odeia. Ele faz o seu corpo tremer, aperta-o sem ao menos lhe tocar todas as noites, quando ela é pega pelos seus pensamentos. Sim, ele está lá. E todos os dias quando ela se levanta, antes da lua cair, antes mesmo de o sol nascer, ela agradece por ser dele a lembrança restada da última noite, e que a seguirá pelo dia. Apesar de tudo, aos seus olhos, ele é como um anjo. Ele é especial. Enquanto ela tenta enfrentar a dor, desejando ter o controle, esperando que ele a perceba... “Não ligo se isso machuca” ela diz, mas ao mesmo tempo se pergunta que diabos ainda está fazendo. Ele tem a mente serena, leve como uma pena... Ela perde a sua cada vez que os tempos passam. Às vezes ela sente que seu coração transbordará, mas ao menos sobre o seu, ela tem controle. O dele, ela não tem a mínima idéia de como ganhar, pois ele não é o tipo de homem que se ouve falar. Ele lhe dá todos os sinais, ele lhe conta tudo... Então dá as costas e continua seguindo. Ela... Uma verdadeira santa que não é. Ele, nunca a notou como ela realmente deseja, porque desde aquele pequeno começo, ela sempre esteve lá, de pé ao seu lado.
Espero que possam entender o post...

7 comentários:

Thaís A. disse...

é, eu não entendi direito :x mas voce sabe, é bem difícil eu entender alguma coisa, haha

Ize. disse...

No mínino... confuso.
Eu entendi mais ou menos.. serve? haha

Resposta Eu acho que não me parece nem de perto com Amelie.. talves um pouco, mas não fisicamente mesmo =x
=D

Roberta disse...

Que triste... Relacionamentos são sempre a amostra grátis de uma trajetória para atenciosos telespectadores, até lá assistimos quem ficará por cima dessa vez ou se finalmente irão dar certo. É confuso,claro , pois é na simplicidade que encontramos um leque de emoções.
Gostei do texto, há muito de tu nele ou o suficiente para dizer que não ?
Beijocas ;*

Toninho disse...

Uivo ?? Gostei.. diferente :S

kk.. quanto ao texto, fikei meio confuso.. estah muito figurativo.. mas muito liindo !!

Vlwww

Letícia Santos disse...

Gostei do texto.

Gostaria que tivesse uma "continuação", fiquei curiosa pra saber se ELE se desarmará, quando sentir que ELA pode não estar mais lá.

Me identifiquei com o texto.
Não sei se já disse, mas você escreve bem pra caramba.

Beijo!

Saumensch disse...

Nossa, incrivelmente complexo, profundo e LINDO!

Amei, muito mas MUUUUITO bom mesmo!
Quem dera escrever como você!
Parabéns!

Beeeijos!

Sally disse...

Adoro textos assim. Sem dúvida muito bem escrito ^^