domingo, 18 de janeiro de 2009

Aquela menina de lá...






Eu posso ver nos seus olhos, toda sua doçura escondida. Muitas vezes, posso sentir o seu medo e o quanto isso te preocupa, te machuca. Mas eu posso ver em seus olhos e em cada palavra que sai de ti, por uma simples fotografia, toda sua força. Força que eu jamais pude perceber em qualquer outra mulher.
Você é tão independente, quase sempre pronta para qualquer lado que o vento possa soprar, te levar. Posso ver o quanto você é linda, e pareço roubar a inveja de outra qualquer, à sua imagem. Obcecado por você, e muito mais pelo seu jeito, não posso fazer de você aquela que povoa minha mente. Mas eu o faço,não porque eu quero, mas porque você já estava lá. Então, eu te dou essa permissão, eu te vejo em cada dia e quase todas as noites. Mas talvez eu não possa tê-la, mas nesse momento eu não posso te deixar.
Meus olhos não podem me enganar, e quando os fecho, eu vejo você sorrindo para mim, em qualquer lugar, não importa! É você. Eu vejo seu lindo sorriso, mas eu não posso me aproximar do seu rosto, eu não posso tocar a sua mão. Minha mente trabalha mais uma vez, na procura de um simples sinal, ou qualquer cheiro que possa ter a SUA bela cor. Eu mal posso contar o tempo que parece passar contra mim. O que mais quero é a certeza de que um dia, não importa quando, você estará em minha frente, e então poderei te levar aos meus braços, e com um simples abraço te dizer todas as palavras que um dia você gostaria de ouvir.





É, talvez...!

2 comentários:

Fernanda Pereira disse...

NOssa vc tá apaixonado por alguém...

Boa sorte...paixões sempre precisam de sorte...

Beijos

Jessica disse...

É, talvez...! [2]